Comunidade Guerreira Zeferina – 2014/2015

 

Localização: Periperi / Prefeitura Bairro 2 - Subúrbio Ferroviário

Área: 20.000 m2

Status do projeto: Concluído

Obra: Concluída

Descrição do projeto - Em 2008, aproximadamente 300 famílias ocuparam um terreno da União a margem da Baía de Todos os Santos e passaram a viver em condições de extrema precariedade, em casas construídas de lona, com esgoto a céu aberto e ligações irregulares de energia e água.

 

Para elaborar este projeto a Fundação implementou metodologia participativa, na qual foi ouvida a fala de cada morador, em diversas oficinas, dinâmica que criou uma relação de proximidade e confiança entre a comunidade e a equipe da Fundação. Assegurava-se assim, a construção de um projeto mais pactuado, que teve como premissa a manutenção destas famílias na área já ocupada. Proposta que demandou um trabalho social com o intuito de promover o exercício da participação e a inserção social dessas famílias, contribuindo para a melhoria da sua qualidade de vida e para a sustentabilidade dos bens, equipamentos e serviços implementados na localidade. O projeto realizou diferentes atividades com a comunidade visando seu desenvolvimento em várias dimensões: social, econômica, produtiva, ambiental e político institucional, como cursos de formação profissional, atendendo os campos de interesse da comunidade com a demanda no mercado de trabalho. O trabalho social, também, fez o acompanhamento do processo de adaptação das famílias à sua nova realidade, bem como, o período pós ocupação. Foram construídas 257 unidades de dois e três quartos com toda a infraestrutura, creche, parque infantil, academia, centro comunitário, dez boxes comerciais, espaços de lazer e de contemplação.

 

 

 

 

Saneamento Ambiental da Bacia do Mané Dendê – Novo Mané Dendê – 2016/2017

 

 

Localização: Periperi/ Prefeitura Bairro 2 - Subúrbio Ferroviário

Área: 1.200.000 m2

Status do projeto: Concluído

Obra: Em execução

Descrição do projeto: Em janeiro de 2016 a Prefeitura Municipal de Salvador firmou contrato de Cooperação Técnica no valor de USD 1.100.000 com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para a elaboração do projeto de Saneamento Ambiental e Urbanização da Bacia do Mané Dendê. Esse contrato constituiu a primeira etapa de desenvolvimento de ações e projetos, que antecederam o contrato de empréstimo. Coube a Fundação Mario Leal Ferreira a elaboração do projeto criando instituindo uma Unidade Preparatória do Projeto (UPP), sendo ainda responsável por sua coordenação. A área do Mané Dendê engloba cinco bairros: Rio Sena, Alto da Terezinha, Plataforma, Itacaranha e Ilha Amarela, que apresentam grande potencial histórico, cultural e ambiental mas tiveram até então, uma ocupação não planejada acarretando, situações precárias e de risco para uma parcela significativa da população que já enfrenta deficiência de serviços e estruturas no âmbito do setor público. Nesta fase foram elaborados o Plano de Reassentamento, o Plano Socioambiental, o Estudo de Capacidade Institucional da Prefeitura, os projetos do sistema de macro drenagem e da drenagem complementar e recuperação do sistema existente; projeto de infraestrutura sanitária com ampliação dos sistemas de abastecimento de agua e de esgotamento sanitário; projeto de urbanização; projeto dos equipamentos urbanos e de recuperação ambiental com a melhoria das condições ambientais e de habitação da população, bem como a promoção dos estudos de caráter social e cultural e a vinculação desses aspectos à programação de geração de renda. Nesta fase foram realizadas 28 reuniões com os moradores, com a metodologia participativa, com escuta qualitativa possibilitando incorporar as demandas comunitárias que constituíram a primeira e efetiva aproximação para o desenvolvimento de um projeto participativo.