A Feira do Curtume, situada na Rua Luís Maria, na Calçada, passará por obras de requalificação inéditas que promoverão infraestrutura, ordenamento e conforto a vendedores e clientes que frequentam o espaço. Com investimento de R$5,2 milhões, a intervenção foi autorizada pelo prefeito Bruno Reis nesta terça-feira (27), durante solenidade de assinatura da ordem de serviço realizada no local.  

A urbanização visa apoiar as atividades econômicas dos feirantes que predominantemente comercializam frutas e verduras. Atualmente, esses trabalhadores não possuem condições necessárias de trabalho e improvisam barracas com lonas e caixotes para vendas dos produtos de hortifrúti. 

 

A falta de pavimentação, cobertura e sanitários estão entre os principais problemas a serem solucionados. O projeto de requalificação da feira integra as ações previstas no Plano de Bairros de Itapagipe e alcançará mais de 3 mil m² de área.  

“Quem conhece a história e tradição da Feira do Curtume sabe que, principalmente aos domingos, os vendedores ficam com os produtos no meio da rua, sem qualquer segurança, correndo risco de sofrer algum acidente e ainda gerando engarrafamentos. A obra que iniciaremos vai incrementar na renda dos feirantes, pois ela permitirá que milhares de pessoas voltem aqui para comprar os produtos. Além disso, os permissionários terão condições mais dignas para trabalhar”, disse o prefeito.  

O gestor explicou que a Prefeitura também já elaborou um projeto para requalificação da Rua Nilo Peçanha, que envolverá melhorias no pavimento, acessibilidade e sistema de drenagem que solucionará definitivamente os problemas de alagamentos na via.  

Nova estrutura – A nova Feira do Curtume terá 112 barracas, módulo com oito boxes, depósito, administração, área de convivência, sanitários, pátio de carga e descarga, abrigo de resíduos e ainda estacionamento. Haverá passeios e pavimentação em piso intertravado, sistema de drenagem, contenção em alvenaria de pedra, gradil e paisagismo.   

O projeto é da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e os serviços serão executados pela Superintendência de Obras Públicas (Sucop). O prazo para conclusão é de seis meses.  

“A Feira do Curtume já existe há muitos anos e era famosa pela comercialização de todo o tipo de mercadoria, mas com o tempo ela foi acabando. O que buscamos hoje é recuperar esse espaço com os antigos permissionários. Aqui sempre foi uma feira livre, havia até a tradicional feijoada. Com esse projeto, a ideia é criar áreas agradáveis e fazer com que espaço se torne referência aqui na região”, destacou a presidente da FMLF, Tânia Scofield. 

 

O feirante Ovídio Teixeira, 62 anos, comemorou a requalificação no local. “Essa feira está na minha história desde o tempo do meu avô. Trabalho aqui há mais de quarenta anos e a gente lutava para se fizesse melhorias nesse lugar. É uma alegria ver que esse projeto está saindo do papel. Essa obra vai contribuir no nosso bem-estar e nas vendas do nosso dia a dia”, acrescentou.   

Plano – O Plano de Bairros de Itapagipe reúne informações sobre o território e proposições para o desenvolvimento integrado e sustentável dos 14 bairros que integram a região - Santa Luzia, Calçada, Mares, Uruguai, Massaranduba, Jardim Cruzeiro/Vila Ruy Barbosa, Caminho de Areia, Roma, Boa Viagem, Monte Serrat, Bonfim, Mangueira, Ribeira e Lobato.   

O instrumento conduzirá a elaboração de políticas através de iniciativas a curto e médio prazo, com diretrizes, programas e políticas públicas nas áreas econômica, ambiental e mobilidade, explorando todo o potencial característico da região.

 

 

Fotos: Betto Jr/Secom