O antigo terminal de ônibus do Aquidabã, cuja área estava subutilizada e sofria com anos de degradação e abandono, deu lugar a uma ampla praça. O novo equipamento de convivência e lazer foi inaugurado pelo prefeito Bruno Reis nesta sexta-feira (16), após sete meses de obras de requalificação. A iniciativa contou com investimento de R$5,9 milhões e abrangeu mais de 5 mil m² de área, proporcionando uma verdadeira requalificação urbanística e ambiental na localidade.

O prefeito atribui à obra extrema importância na recuperação do Centro antigo e histórico da cidade. “Começamos essa obra há pouco mais de cinco meses e hoje estamos fazendo essa grande festa. A estrutura antiga, datada de 43 anos, trazia risco para as pessoas que trabalhavam aqui e utilizavam o transporte público na região. Tomamos a decisão acertada de proporcionar uma verdadeira mudança, inclusive de conceito desse terminal. Essa é mais uma grande entrega para a cidade”, avaliou Bruno Reis.

O gestor ressaltou ainda que uma das maiores demandas desta região era a falta de equipamentos esportivos e que o projeto também teve um olhar para o comércio local. “Desta forma, construímos quadras no final de linha da Barroquinha e outra aqui no Aquidabã, entendendo que o esporte é uma ferramenta de inclusão social. Temos o cuidado também com os permissionários, dentro da preocupação em preservar o comércio local. Uma obra dessa estimula o surgimento de novos negócios, portanto emprego e renda. Aqui nessa praça teremos wi-fi gratuito para a população, assim como em todos os espaços públicos de Salvador”.

Reocupação do espaço – O projeto foi elaborado sob a coordenação da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e teve como um dos principais objetivos promover a dinamização e ocupação desse tradicional local da cidade. Os serviços realizados incluíram a retirada da cobertura metálica que existia, dando mais luminosidade ao ambiente, além da recuperação das ruas do entorno, pavimentação e passeios com rampas de acessibilidade. Também foram construídos estacionamento, uma quadra de esportes, parque infantil e equipamentos de ginástica ao ar livre.

A presidente da FMLF, Tânia Scofield, explicou que o processo levou em conta o bem-estar de comerciantes e demais cidadãos que utilizam a região para deslocamento diário. "O ambiente era bem insalubre, preocupante mesmo. Era quase uma área inutilizada. Aproveitando que estamos fazendo todo um trabalho de requalificação do Centro Histórico, decidimos agir na J.J. Seabra, com ações desde o Aquidabã até a Barroquinha. Em reunião com os permissionários, entendemos que seria importante manter os quiosques, criar essa área de lazer e deixar o espaço de acordo com o que as pessoas que utilizam o local desejavam”.

A lista de intervenções envolveu, ainda, construções de quiosques para vendedores que atuam no local, roda de capoeira, abrigo nos pontos de ônibus, além do módulo policial. Toda a iluminação pública é em LED, tecnologia mais econômica, moderna e eficiente.

Entregas – A entrega da Praça do Aquidabã é mais um investimento municipal de valorização do Centro Histórico. Dentre as iniciativas já realizadas nas proximidades estão a requalificação da Avenida Cônego Pereira, reconstrução do Mercado de São Miguel e Terminal da Barroquinha.

A comerciante Edna dos Santos, de 65 anos, utiliza o terminal para deslocamento entre a residência e o negócio que mantém no entorno. "Acabei de receber um novo boxe, o que é muito importante para quem atua há três décadas nesta região. É uma mudança excelente, facilita demais para nós e para o cliente. Hoje temos uma grande esperança de sair daquela situação precária, com sujeira, insegurança, e pretendemos atrair mais clientes”.

Ao receber as chaves de um dos boxes, a permissionária Andrea Carvalho, de 40 anos – sendo duas décadas atuando na região, não escondia a satisfação com o novo local de trabalho. “Eu tô feliz, porque eu costumava fazer quentinhas em casa e trazer para cá, pegando peso. Hoje tenho um local arrumadinho, um espaço melhor para atuar. Agora é isso, trabalhar, correr atrás, vender meus almoços e ganhar dinheiro”, disse, animada.

 

Fotos: Betto Jr./Secom